NotíciasProjeto

Mulheres recebem assistência psicológica e jurídica

A região de Andorinhas, Santa Martha, Mangue Seco e região passa a contar com o Instituto Black Yes!. Formado por um grupo de mulheres negras e voluntárias, o objetivo é oferecer, entre outros serviços, assistência psicológica e jurídica às mulheres de comunidades periféricas.

Segundo a presidente do Black Yes!, Nathalia Ayres, os atendimentos já estão sendo feitos, na sede do Banco Bem de Perto, nº3375, avenida Leitão da Silva, em Andorinhas. “Adiamos o evento de inauguração do espaço, mas decidimos iniciar os trabalhos, pois muitas mulheres têm enfrentado dificuldades diante deste cenário de pandemia, como o aumento do estresse, depressão, mudança na rotina dos filhos, divórcios, agressões moral e física”, afirma.

Nathalia reforça que a ideia do Instituto Black Yes! é criar uma rede para que outros serviços possam ser oferecidos na região e estendidos às demais comunidades periféricas da Grande Vitória. “Por meio de parcerias, temos a intenção de oferecer aulas de alfabetização, palestras sobre autoestima, mercado de trabalho, saúde, empreendedorismo, cursos de informática, beleza, atividades esportivas, sempre focando a mulher”, frisa.

Viviane Gomes

A vice-presidente do Instituto Black Yes!, Viviane Gomes dos Santos, ressalta que o movimento é mais uma ferramenta no combate à discriminação racial.  “Nossa proposta é prestar um suporte às mulheres negras de periferias, especialmente nas áreas jurídica e psicológica, pois muitas vezes elas desistem de sonhar por carregarem cicatrizes emocionais e acharem que não são capazes. E a gente quer mostrar que elas podem, por meio da informação, incentivo e capacitação”, diz.

A voluntária e psicóloga Stephanie Sian adianta que a iniciativa visa fortalecer e acolher as mulheres. “Apesar das vivências e diferentes histórias, somos atravessadas por diversas problemáticas que se relacionam e sabemos da importância do acolhimento. Inicialmente, os atendimentos são realizados às segundas-feiras, no período da tarde, mas podem ser ampliados de acordo com a demanda”, observa.

Gê Cassilhas

Para a realização dos atendimentos, o Instituto Black Yes! conta com a parceria do Banco Bem de Perto/Associação do Ateliê de Ideias, que cedeu parte do espaço para o grupo de voluntárias. “É mais uma iniciativa para dar voz às mulheres e fortalecer as comunidades de Santa Martha, Andorinhas e Mangue Seco, que registrou um aumento na procura desses serviços durante a pandemia”, afirma a coordenadora do Banco Bem de Perto, Geisiele Cassilhas.

Atendimentos

Psicológico – O serviço de atendimento psicológico no Instituto Black Yes! pode ser feito de maneira presencial ou online. Basta fazer o agendamento pelo telefone: (27) 97400-2003.

Para atendimentos presenciais, é obrigatório o uso de máscara, álcool em gel na entrada e respeitar o distanciamento social de, no mínimo, dois metros.

Jurídico – O atendimento jurídico também pode ser agendado pelo telefone: (27) 97400-2003. Na página do Instituto Black Yes!, no instagram @projetoblackyes é possível acessar dicas de serviços juridicos.

Tatiana Ribeiro

Comment here