Catadores São EducadoresNotícias

Como andam as políticas públicas de reciclagem?

Foto: Paulo Henrique Gomes

Este é o tema do debate online promovido pelos Catadores de materiais recicláveis de Vitória na próxima quarta, dia 09 de junho. O evento também celebra o Dia do Meio Ambiente (05/06) e o Dia do Catador (07/06).

Estamos na Semana do Meio Ambiente, um momento propício para pensarmos nas ações e projetos que possam cuidar melhor da natureza e qualidade de vida ao nosso redor. E a reciclagem é tema da ordem do dia quando falamos deste assunto.

Os resíduos sólidos, equivocadamente chamando de lixo, gerado em grande escala pelo modelo de consumo frenético, é um dos grandes desafios quando pensamos em preservação ambiental, pela grande demanda de recursos naturais, e por ser um dos maiores desafios da gestão pública em todas as cidades.

O Brasil produz cerca de 80 milhões de toneladas de resíduo/lixo ano, mas apenas 4% desse total são reciclados. Em Vitória a realidade não é diferente. O Município produz cerca de 10 mil toneladas de resíduos/lixo por mês e somente cerca de 3% desse total é reciclado.

Jennifer Thaís Santos

Esse é um dos gargalos da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) que completa 11 anos em agosto. Os números só não são menores porque os catadores de matérias recicláveis, cerca de 800 mil pessoas em todo o país, entram em cena retirando das ruas ou triando e encaminhando para as indústrias, cerca de 90% de tudo que reciclado no país.

São estas problemáticas que os catadores de Vitória querem pontuar neste contexto da semana do meio ambiente. E através do Projeto Catadores São Educadores, eles realizam na próxima quarta-feira, dia 09 de junho, às 19 horas, o debate “Os Catadores e as Políticas Públicas de Reciclagem” e transmitido pelo canal do Catadores São Educadores no Youtube e pelas redes sociais do Projeto.

Vilma Silva Estevam

Participam do evento a Secretária de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho de  Vitória,  Neuzinha de Oliveira, a Promotora Pública do Trabalho Janine Fiorot,  a representante da Associação de Catadores de Itabirito (Ascito/MG)  e da juventude do MNCR Jennifer Thaís Santos Fernandes, e da  Cooperativa Solidária de Trabalhadores e Grupos Produtivos da Região Leste ( Coopsol- Belo Horizonte/MG ) Vilma Silva Estevam.

E ainda a presidente da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Vitória (Amarv) Maria Aparecida da Silva Pereira, o Diretor Financeiro da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis da Ilha de Vitória (Amariv) Lúcio Heleno Barbosa dos Santos e Coordenadora da Coleta Seletiva da Prefeitura de Vitória Lucinea dos Santos Martins. O debate será mediado pela coordenadora da Associação Ateliê de Ideias Leonora Mol.

“Pensar a reciclagem como política pública é muito importante. Não se pode pensar em sustentabilidade apenas no aspecto ambiental sem incluir o econômico e o social. E quando falamos de reciclagem, estamos pensando nos recursos naturais que deixam de ser extraídos para a produção de novos produtos, estamos falando na geração de emprego e renda para milhares de família, estamos falando de empreendedorismo”, afirmou Lúcio Heleno Barbosa dos Santos, diretor da Amariv.

Maria Aparecida – Foto: Samuel Caetano

Para a presidente da Amarv, Maria Aparecida Pereira, os planos para a reciclagem têm que ser planejados junto com os catadores e catadoras de materiais recicláveis. “Muito antes de ter as leis que hoje regulamentam esse assunto, nós catadores já estávamos nas ruas fazendo este serviço, sofrendo todo tipo de preconceito e dificuldades. Então nós temos que ter voz e participar das decisões nesta área. Acredito que assim podemos avançar muito e todos saírem ganhando”, afirmou.

“A reciclagem é uma política pública assim como a educação, a saúde e a assistência. Esse é  um dos temas mais importantes para a cidade. Um tema para reflexão e ação concreta. Venham participar conosco, conhecer práticas e dialogar. Todos somos chamados para o tema da reciclagem constantemente e será bom ter você debatendo conosco”, convida a coordenadora da Associação Ateliê de Ideias e do Projeto Catadores São Educadores, Leonora Mol.

O projeto Catadores São Educadores é uma realização da Associação Ateliê de Ideias, através do termo de fomento 212/2018, em parceria com a Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos humanos e Trabalho de Vitória e as Associações de Catadores Ascamare, Amariv e Amarv, e recursos do Procon Vitória.

Debate Online:

Os Catadores e as Políticas Públicas de Reciclagem

Dia 09 de junho – quarta-feira, 19 horas. 

Transmissão: Canal Catadores São Educadores

Saiba mais sobre o Projeto Catadores São Educadores nas redes sociais:

Acesse – Instagran – Catadores São Educadores

Acesse – Youtube – Catadores São Educadores

Acesse – Facebok – Associação Ateliê de Ideias

Mais informações:

Leonora Mol – 98807-2457 – Coordenadora

Marina Filetti – 98848-4304 – Assessoria de Comunicação

Lúcio Heleno Barbosa – 99808-2537 – Amariv

Josiane – 99926-0560 – Ascamare

Maria Aparecida Pereira –  98884-4108– Amarv

Marina Filetti

Comment here